8 de janeiro de 2010

E aí educador?!



A educação ainda é o caminho para a diminuição da desigualdade social que assola não só o nosso país, mas a maioria dos países subdesenvolvidos. Países subdesenvolvidos, pois povo educado, “alfabetizado”, estuda, analisa, reflete e busca soluções para os seus problemas, sejam eles políticos, sociais ou financeiros. A educação desmistifica, fecha as portas da ignorância, não a “educação letrada”, mas a de leitura, reflexão, pesquisa, projetos. É difícil conscientizar as camadas privilegiadas da sociedade da importância e da necessidade de investimentos consideráveis na educação, do respeito ao educador e do reconhecimento do seu trabalho. Vi uma reportagem que dizia que todo médico no nosso país é chamado de doutor, um juiz é chamado de doutor, um advogado é chamado de doutor, mas que estes profissionais não são doutores pelo simples fato de terem terminado uma faculdade, um doutorado requer muito mais. O tratamento e a referência a estas pessoas, com este título de doutor está enraizado nas nossas vidas e vem desde a nossa colonização. Temos excelentes doutores na área da educação, mas não são chamados de doutores por onde andam pelo simples fato de serem profissionais da educação! Falta respeito, reconhecimento e conhecimento por parte da população acerca disto e nós, professores, responsáveis pela educação, também não lutamos por melhoria e reconhecimento. Hoje se prega o crescimento do índice do IDEB, pois isto nos elevará a categoria de nação escolarizada, escolarizada mesmo, pois da forma como estamos tratando a educação e "fazendo educação", faremos com que o índice do analfabetismo funcional se eleve também!
*
*
Reflexão acerca do texto de Marcos Bagno PAÍS EMERGENTE, EDUCAÇÃO SUBMERSA...- Abril de 2009


Texto originalmente publicado em 04.07.09 no blog Gestar.Cris, da formadora Cristiane da Cruz, de Campo Formoso - BA.

Um comentário:

disciplinas de ricardo disse...

CoMo chamar Uma pessoa de doutor se ela não sabe o que é um twitter, não sabe o que é um e-mail, não entende essa sequência 1,1,2,3,5,8,13,21. NÃO ENTENDE QUE O MUNDO É DIVIDIDO POR UMA LINHA IMAGINARIA, não sabe o que trabalho voluntário, salvar uma viad é tirar ela de perigo ou ajuda-la no entendimento de sua realidade? QUAL O MAIS COMPLEXO? ENSINAR A TEORIAS MARXISTA OU MOSTRAR QUE DETERMINADO CANDIDATO ANALFABETO SÓ QUER USURPAR DE PREVILÉGIOS POLITICOS? OS NOSSOS DOUTORES SÃO FACILITADORES DOS UNIVERSITARIOS BACANAS (UNB,USP, UNICAMP, ITA) PRA MIM ELES DEVERIAM ESTAR NO ENSINO FUNDAMENTAL. PENSEM DOUTORES: PARA CONSTRUÇÃO DE UMA CASA, AS BASES FUNDAMENTAIS DEVEM CONTER MATERIAIS DE PRIMEIRA QUALIDADE? COMO EXIGIR DE ALUNOS DE ESCOLAS PÚBLICAS SE A GRANDE MAIORIA DO PROFISSIONAIS QUE TRABALHAM COM ESSA FAIXA ETARIA NÃO ESTÃO CAPACITADOS. UMA LEGIÃO DE "CEGOS" TENTANDO ENSINAR AS CORES? AUMENTAR O IDH, É BOM MAS NÃO FORMA CIDADÃOS PENSANTES NEM PESSOAS CAPAZES DE MELHORAR A SUA REALIDADE. TRANSFORMAR É FACIL MELHORAR É QUE É PROBLEMA.